Arsenal e Chelsea e seus curiosos duelos

Spread the love
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Com o título da FA Cup, o Arsenal salvou sua temporada. A vitória por 2 a 1 ante o seu rival também londrino, Chelsea, lhe garantiu além da conquista uma vaga para a Liga Europa 2020 – 21.

A virada dos Gunners foi de fato emocionante, um jogo aberto nos 90 minutos, fora a beleza dos duelos individuais.

O Chelsea começou melhor na partida, arriscou mais tiros ao gol, aproveitando a bola mais leve que é utilizada na FA Cup. O Arsenal se viu preso no seu campo de defesa e não conseguia pressionar a saída de bola do adversário.

Os Blues saíram na frente com o gol de Christian Pulišić com jogada iniciada pelo próprio. E como joga esse americano de 21 anos! Entrou muito bem no time do Chelsea e tem tudo para se tornar um dos principais jogadores da próxima temporada.

Um parênteses: Não sei quem entrou melhor, Pulišić no Chelsea ou Bruno Fernandes no United.

O empate do Arsenal saiu de um gol de pênalti sofrido e batido pelo nome do jogo, Aubameyang. O craque do Gabão foi lançado e estava ganhando na corrida contra Azpilicueta que o puxou e cometeu o pênalti. O defensor e capitão do Chelsea ainda sairia machucado da partida.

O gol da virada também marcado por Aubameyang foi uma pintura. Arrancada espetacular de Bellerín e belo passe de Pépé. Auba encobriu o goleiro para decretar a conquista.

E que fase do atacante, dois gols contra o City na semifinal e mais dois agora na final. Se a renovação de contrato estava difícil, agora vai piorar. O diretor Edu Gaspar terá uma boa oportunidade de mostrar sua gestão.

LONDON, ENGLAND – AUGUST 01: of Arsenal during the FA Cup Final match between Arsenal and Chelsea at Wembley Stadium on August 01, 2020 in London, England. Football Stadiums around Europe remain empty due to the Coronavirus Pandemic as Government social distancing laws prohibit fans inside venues resulting in all fixtures being played behind closed doors. (Photo by David Price/Arsenal FC via Getty Images)

Vamos analisar melhor a partida do ponto de vista das coincidências curiosas nos duelos.

  1. Centroavantes franceses: Giroud do lado azul, só apareceu no inteligente passe para o gol de Pulišić e depois sumiu. Ainda assim, conseguiu ser melhor que seu compatriota Lacazete, que não apareceu no jogo. Não se sabe se foi estratégia de Arteta, mas o atacante parecia buscar demais a bola no meio campo e não chegava até a área adversária a tempo. Ambos acabaram substituídos.
  2. Goleiros reservas argentinos: O treinador do Chelsea, Lampard, preferiu Caballero no lugar de Kepa, que vem decepcionando seus torcedores com atuações duvidosas. Não que o goleiro argentino do Chelsea (que já foi do City) passe muita segurança para sua defesa, mas pelo menos na final não teve culpa nos gols do Arsenal. Do outro lado, o hermano Emiliano Martínez vem substituindo Leno, machucado, brilhantemente. Já há quem diga que Martínez deva continuar na titularidade mesmo após a recuperação do goleiro alemão.
  3. Meias ex-Real Madrid: Outro duelo interessante foi o dos ex madridistas Ceballos pelo Arsenal e Kovačić pelo Chelsea. Importante lembrar que Ceballos ainda pertence ao time espanhol, só está emprestado, enquanto Kovačić foi comprado em definitivo pelo time inglês. No jogo, enquanto Ceballos dominou o meio campo, deu excelentes lançamentos e se mostrou importante também na composição defensiva, o croata foi mal, acabou expulso com um segundo cartão amarelo e deixou o Chelsea com um a menos quando já estavam perdendo a partida.
  4. Os técnicos mais jovens da primeira divisão inglesa: Por fim, o duelo dos jovens treinadores, ambos com identificações com os clubes, eis que os defenderam quando jogadores. Arteta armou muito bem seu time defensivamente e apostou na qualidade de seus pontas, Auba e Pépé. Apesar dos três zagueiros, David Luiz atacava a pedidos insistentes de seu treinador e atuava mais como um volante, dando o primeiro passe. O Chelsea de Lampard, teoricamente, estava com o mesmo esquema tático do seu oponente. Na prática, Pulišić atuava mais como meia, enquanto Marcos Alonso como ponta, o que ajudou na criatividade do time, mas o resto parece não ter dado certo. Mason Mount ficou muito sozinho na direita, sem falar de Giroud, que não viu a cor da bola. Quando o jovem sensação americano saiu machucado, acabou o meio campo do Chelsea que foi dominado pelas boas atuações de Ceballos e Xhaka.
LONDON, ENGLAND – AUGUST 01: The Arsenal team celebrate with the FA Cup trophy after the FA Cup Final match between Arsenal and Chelsea at Wembley Stadium on August 01, 2020 in London, England. Football Stadiums around Europe remain empty due to the Coronavirus Pandemic as Government social distancing laws prohibit fans inside venues resulting in all fixtures being played behind closed doors. (Photo by David Price/Arsenal FC via Getty Images)

Apesar da derrota, o Chelsea tem do que se orgulhar na temporada. Ainda está em reformulação, mas conquistou a vaga para Champions do ano que vem, tem jogadores interessantes e tem feito boas contratações. Lampard precisa aproveitar melhor seu elenco. Nomes como Tammy Abraham, Hudson-Odoi e Kanté, são bons jogadores, mas quando entram no jogo estão nitidamente desmotivados e muito abaixo dos titulares. Algo que o jovem técnico deve desenvolver aos poucos.

Arteta no Arsenal pegou o time com a temporada em andamento, não teve grande resultado na Premier League, mas com o título da FA Cup e a vaga na Liga Europa, mostra bons sinais aos seus torcedores para a próxima temporada. Claramente, seu elenco está abaixo dos demais times grandes ingleses, precisa de mais uma ou duas janelas de transferências para melhorar seu time, mas tem jovens com bom potencial que podem ajudar nessa reformulação, caso do brasileiro Gabriel Martinelli (18 anos), Nketiah (21 anos) e Reiss Nelson (20 anos).

Vale a pena acompanhar a evolução desses dois times e desses dois técnicos, que com certeza brigarão por muito tempo ainda.

Final incrível em Wembley, que merecia estar lotado. Torcedores felizes, outros nem tanto, mas com certeza orgulhosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>