Bélgica e Inglaterra

Esquema com 3 zagueiros mobiliza o futebol europeu

Bélgica e Inglaterra jogaram pela Liga das Nações com três zagueiros e expuseram uma nova onda tática que vem ganhando adeptos famosos.

Honrando o nome do blog, vamos discutir alguns aspectos da tática moderna. Importantes times vem adotando o terceiro zagueiro em seus esquemas e, ao contrário do que pode parecer, tornando a equipe mais ofensiva.

Esquemas táticos são cíclicos, usar três zagueiros não é uma novidade. Da mesma forma que o badalado esquema gegenpressing de Jürgen Klopp, com alta pressão sobre o contra-ataque adversário, um dia será deixado de lado. Assim como o 4-4-2, que durou (e dura) por um bom tempo nos gramados, também deixou de ser utilizado. Corinthians dos anos 2000, por exemplo.

tática clobo esporte
Créditos: globoesporte.com

Rápida passagem pela história. Ao longo do tempo o número de zagueiros sempre aumentou. Desde de a pirâmide com dois zagueiros, depois três com o W-M, e, enfim, quatro zagueiros como hoje.

Só lembrando, o W -M utilizava três na defesa, mas de forma bem mais espalhada, bem diferente do atual ou do 3-5-2 de Bilardo, na Argentina.

Carlos Bilardo na Seleção Argentina, acrescentou um zagueiro, ou seja, três centrais e percebeu a possibilidade de se tirar os laterais, pois não haviam mais pontas. Desde Nílton Santos os laterais foram transformados em meio campistas.

Assim o 3-5-2 tomou forma e a Argentina terminou campeã e 86 com três zagueiros e Alemanhã Ocidental também com três atrás, campeã em 1990.

O esquema não durou tanto e em 1994, voltaram os quatro zagueiros com Parreira e o Brasil campeão, permanecendo até agora, somente com variações do meio pra frente, como 4-3-3, 4-1-4-1 etc.

Nesse meio do caminho, em 2002, o Brasil de Felipão foi campeão com três zagueiros, e uma equipe super defensiva, além dos três centrais, os laterais compunham bem a defesa, mais dois volantes à frente, com Ronaldinho, Rivaldo e Ronaldo mais livres no ataque.

O que se percebe agora é o retorno do esquema com três zagueiros em alguns dos principais times da Europa, porém não, necessariamente, defensivos.

O Arsenal de Arteta vem atuando com a 3-4-3. Tierney, Gabriel e Holding fixos atrás, fazem a saída de bola até o meio campo, mas não avançam, enquanto Bellerín (que é lateral de origem) atua como ponta pela direita e Saka joga pela ponta esquerda. Quando se defende os pontas fecham as laterais em um 5-2-3 e quando atacam, Saka vira um quarto atacante, 3-3-4 ou 3-2-5.

Lampard tem alternado o esquema do Chelsea conforme o adversário, as vezes com o 4-3-3 clássico contra times mais fracos ou com o 3-4-3 contra equipes do Big Six, por exemplo.

E neste último domingo (15), a Bélgica bateu a Inglaterra por 2 a 0 na Liga as Nações da UEFA. Ambas as seleções com três zagueiros.

As equipes estavam praticamente espelhadas em um 3-4-2-1, defendiam com cinco e atacavam com cinco também

A seleção brasileira contra a Venezuela na sexta (13), experimentou um sistema híbrido que ainda precisa ser melhorado.

No papel o Brasil jogava com quatro na zaga, mas na prática, contra a fraca Venezuela, o lateral esquerdo Renan Lodi funcionava como ponta, enquanto o lateral direito Danilo como um terceiro zagueiro ou primeiro volante mais pela direita.

Essa forma híbrida não funcionou no ataque (Brasil ganhou no sufoco de 1 a 0). Enquanto a defesa sequer foi testada. A improvisação de lateral em ponta ou em zagueiro não trouxe a mobilidade necessária e enfraqueceu o ataque. Mas será interessante ver esse esquema contra o Uruguai (próximo jogo das eliminatórias para a Copa de 2022).

De qualquer forma, estamos vivenciando o surgimento “de novo” do esquema tático com os três zagueiros e vamos poder ver quais serão os efeitos disso nos principais campeonatos e copa do mundo.

Encerramento PL

E termina mais uma Premier League

Marcada pela pandemia e pelo Liverpool, Premier League 2019-20 mostrou porque é a liga mais forte do planeta.

Foi emocionante até o último minuto, literalmente. A PL 2019/20 teve decisões na última rodada sobre rebaixamentos, vaga na Liga dos Campeões, vaga na Liga Europa, luva de ouro, artilharia e até aposta se o Lingard iria fazer um gol ou não na temporada.

Continue lendo